UFRJ E BNDES FIRMAM ACORDO

Assessoria de Imprensa da UFRJ - 13/07/18

 

A UFRJ e o BNDES acordaram nesta quinta-feira, 12/7, a assinatura de um contrato para que o Banco licite e gerencie serviços técnicos de viabilidade para a possível cessão de uso visando a melhorar o aproveitamento econômico e o uso urbano de ativos imobiliários da Universidade.

 

O desenho, ainda em caráter preliminar, prevê o uso, por um tempo a ser determinado, de terrenos na Praia Vermelha, na Ilha do Fundão e no Centro. As contrapartidas (os investimentos e a manutenção associada, por todo o período) se darão em termos de assistência estudantil (novos restaurantes universitários e moradias), de infraestrutura acadêmica - novos prédios no campus da Praia Vermelha e na Cidade Universitária - e de um novo equipamento cultural.

 

Além de estruturar uma modelagem econômico-financeira, o projeto buscará, em consonância com o plano diretor da UFRJ e em conjunto com a prefeitura do Rio de Janeiro e outros órgãos públicos relacionados, melhorar o uso e a ocupação dos terrenos da Universidade, promovendo uma qualificação urbana em termos de meio ambiente, lazer e serviços públicos, com destaque para as melhorias da Ilha do Fundão. A UFRJ também busca oferecer à cidade um novo equipamento cultural em substituição ao antigo Canecão, cuja governança será da Universidade.

 

O BNDES busca auxiliar os poderes públicos em um projeto que promoverá o desenvolvimento urbano do Rio de Janeiro, o aumento de investimentos, com geração de emprego e renda, e a melhoria da infraestrutura de ensino, pesquisa e extensão de uma das principais universidades brasileiras.

PUBLICADO EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ASSESSORIA TÉCNICA DA PREFEITURA DA UFRJ

12/07/18

 

A Prefeitura da UFRJ abriu o processo de seleção para a contratação de dois estagiários que irão trabalhar na Assessoria Técnica da unidade. Elaborar de termos de referência, orçamentos e especificações técnicas para a contratação e/ou recontratação de serviços de engenharia no âmbito da UFRJ, colaborar nos pareceres técnicos em processos e documentos e além de contribuir nas respostas aos órgãos de controle interno e externo farão parte da rotina dos alunos selecionados.

As vagas são voltadas para os alunos matriculados a partir do 4º período dos cursos de graduação de Arquitetura e Engenharia e fazem parte do Programa de Bolsas de Desenvolvimento Institucional nº 661/18 da Pró-Reitoria de Graduação.

Confira aqui o Edital na íntegra para conhecer os critérios e como participar do processo de seleção.

FUNDADOR DO PARQUE ASSUME DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA FAPERJ

Assessoria de Imprensa do Parque Tecnológico - 09/07/18

 

Mauricio Guedes, fundador do Parque Tecnológico da UFRJ, foi nomeado, a partir de uma lista tríplice elaborada pelo Conselho Superior da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa (Faperj), para assumir a Diretoria de Tecnologia da instituição. Mauricio foi diretor do Parque Tecnológico da UFRJ e coordenador da Incubadora de Empresas da COPPE/UFRJ até 2016, quando se aposentou da universidade. Engenheiro de formação, também presidiu a International Association of Science Parks and Areas of Innovation (IASP) e a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadoras (Anprotec). Além de Mauricio, a Faperj anunciou também que a pesquisadora e professora titular da UERJ, Eliete Bouskela, assume a Diretoria Científica da Faperj.

PROFESSOR DA COPPE APRESENTARÁ NO MUSEU DO AMANHÃ MOBILIDADE URBANA COM VEÍCULOS DE LEVITAÇÃO MAGNÉTICA

29.06.2018

 

O professor da Coppe/UFRJ, Richard Stephan, apresentará no Museu do Amanhã, dia 4 de julho, às 18h30, os diferentes métodos de Levitação Magnética empregados para transporte, incluindo o Maglev-Cobra da Coppe, e os principais projetos em operação no mundo. Durante sua palestra, Richard também abordará como os veículos por Levitação Magnética podem solucionar problemas de mobilidade nas cidades.

Aberta ao público, a apresentação faz parte do projeto Ciência às Seis e Meia, do Museu do Amanhã, e será realizada na Praça Mauá, 1, Centro. Para participar, basta se inscrever no site do evento: https://bit.ly/2Mw6Hqo.

Saiba mais no Planeta Coppe Notícias.

 

 

SEGURANÇA DO CAMPUS COMO TEMA DE DEBATE

20.06.2018


O prefeito da UFRJ, Paulo Mario Ripper, participou na tarde de terça-feira (19/6), na Faculdade de Letras, de um debate para refletir sobre a Segurança no Campus por meio de uma abordagem interdisciplinar. O evento foi organizado pelo Laboratório de Estudos de Segurança e Defesa e contou com a participação de Lício Monteiro, do Departamento de Geografia e Políticas Públicas da UFF, Leonardo Bueno, da Fiocruz, e Camillo D´Ornellas, especialista em Segurança Pública pela Escola de Guerra Naval (EGN).

Cada um dos participantes relatou experiências próprias e propostas para o combate à violência como, por exemplo, o representante da Fiocruz que destacou medidas adotadas pela instituição de aproximação com as comunidades vizinhas de Manguinhos, Jacaré e Maré, em vez de outras propostas que previam a blindagem dos prédios ou até mesmo a mudança de endereço. Ele destacou, porém, a necessidade de a violência ser tratada como um problema de saúde.

Camillo D´Ornellas, que foi Polícia Civil, destacou uma mudança na postura das polícias, tanto militar quanto civil, ao longo das últimas décadas, em virtude da adoção de diferentes políticas de Segurança Pública. Todavia, segundo ele, até hoje são tantas alterações na forma de agir que o próprio agente de polícia desconhece qual é o papel dele na sociedade.

Mais uma vez, o prefeito da UFRJ apresentou a medidas possíveis e legais que a universidade pode adotar para prover mais segurança para a comunidade, como melhorar a iluminação ou instalar câmeras de vigilância. Ele lembrou que nos últimos anos o aumento no número de alunos e profissionais fez a UFRJ crescer o equivalente a uma instituição de ensino do tamanho da Federal de Santa Catarina (UFSC), porém, a destinação de recursos não acompanhou a evolução.

Ripper lembrou também que a postura dos polícias militares na Cidade Universitária não é a mesma de outras épocas, graças a aproximação da universidade com o comando do 17º BPM (Ilha do Governador). "E tem de ser assim, pois pela Constituição Federal, quem é responsável pela segurança pública é a PM. A comunidade universitária está entendendo o quanto a presença da polícia é importante para trazer segurança ao campus", disse.

O evento acabou sendo uma oportunidade para as pessoas conhecerem das ações que a Prefeitura da UFRJ vem adotando e retirar dúvidas, como destacou a professora Adriana Marques do curso de Defesa e Gestão Estratégica Internacional.

Praça Jorge Machado Moreira, 100, Cidade Universitária, Rio de Janeiro, RJ - CEP 21941-592 | Caixa postal 68.010, Tel.: +55 21 3938-9324 Fax: +55 21 3938-4940

UFRJ Prefeitura Universitária
Desenvolvido por: TIC/UFRJ